sábado, 9 de janeiro de 2010

Porque estamos ocupando área pública da expansão Vila São José?

Desde de segunda-feira cidadãos de baixa renda e filhos de Brazlândia que já não aguentam mais pagar aluguel e esperar a demorada lista da Codhab, estão ocupando três áreas´públicas da expansão da Vila São José.
Os motivos desse movimento:
- O PDOT ( Plano de Ordenamento Territorial) de Brazlândia foi uma grande farsa, pois as farras dos lotes foram promovidas por cargos comissionados e cabos eleitorais, sem nenhum critério. As pessoas que realmente deveriam ser beneficiadas, foram prejudicadas quanto à distribuição nas quadras 33 e 34 de Brazlândia. A prova disso foi a distribuição sem a participação do órgão responsável, CODHAB;
- Cada deputado recebeu R$ 400.000,00 em propina para aprovar no PDOT a construção de 4 cidades para a burguesia: Catetinho, Mangueiral, Noroeste e Jockey Clube. Assim, nenhuma cidade foi destinada para as famílias de baixa renda;
- As famílias de baixa renda de Brazlândia e os filhos de Brazlândia (também de baixa renda, mas que nasceram aqui) foram excluídos do processo de distribuição de lotes na cidade;
- Tem área pública destinada para a construção de garagem para empresa de ônibus, mas não tem para moradia;
- Tem grilagem de terras com plantio de eucaliptos na APM (Área de Proteção de Manancial) do Capão da Onça, que coloca em risco o potencial de água potável da nossa cidade. Cadê a fiscalização e a PM para verificarem esse crime ambiental?
- O direito à moradia é um direito constitucional. Foram roubados mais de R$ 400.000.000,00. Onde está a política habitacional desse governo?
- Respeitamos o meio ambiente, mas não somos culpados pelos desmandos desse governo. Não é somente a burguesia que tem direito a um bairro ecológico (Noroeste), queremos também políticas públicas de meio ambiente para a baixa renda.
- Famílias que ficaram três dias madrugando na fila no Salão Comunitário, no ano passado, com a suposta promessa da Adm. e CODHAB de fazerem as suas inscrições na lista limpa, foram enganadas, sendo que ainda não conseguiram os seus nomes na lista.
Com o dinheiro da corrupção poderia ser construído mais de 100 mil moradias.
Se você se sente indignado e não tem moradia, participe desse movimento conosco!
Venha e vamos exercer nossa cidadania e nosso direito constitucional!
Movimento de luta por moradia para os filhos de Brazlândia e famílias de baixa renda.

Um comentário:

Cris disse...

Bravo!!!! Até que fim qu alguém fala algo sobre os lotes de Brazlândia/DF. Sou filha de Brasília e moro em Brazlândia há 27 anos e até hoje não tenho moradia e pago aluguel, tenho 2 filhos. Não recebi meu lote e me resta poucas esperança. Quero me juntar a este Movimento de luta por moradia para os filhos de Brazlândia e famílias de baixa renda. Não como me juntar. Vc's podem me dizer como???????????????